05/04/2017

AMAMENTAÇÃO

Dicas

A amamentação é um ato de amor entre as mamães e os bebês. É um momento grandioso de cumplicidade, um momento mãe e filho.

A Organização Mundial de Saúde preconiza a amamentação no peito até os 6 meses de idade (exclusiva), e ela traz inúmeros benefícios para a mamãe e para a criança.

Acho oportuno comentar que estamos falando do aleitamento materno, ou seja, o bebê sugando o peito da mãe, porém mais para frente, vamos falar sobre as mães que por algum fator não podem dar o peito ao seu filho.

Durante o aleitamento materno podemos assinalar alguns  fatores positivos para a mãe e para o filho.

Para a mãe acho que os mais importantes são:

  • diminui o risco de hemorragia pós parto,
  • melhora a recuperação no período pós parto,
  • estudos revelam que diminui o risco de câncer de mama.

Para o bebê podemos assinalar:

  • aumenta a imunidade, diminuindo o risco de contrair doenças e de desenvolver alergias,
  • acalma o bebê,
  • estimula o crescimento da face, principalmente da mandíbula, graças ao movimento que ela faz “ para frente e para trás” durante a sucção,
  • estimula a respiração pelo nariz ( nasal),
  • estimula a posição correta de língua.

Nos primeiros três dias que  seguem o parto temos o colostro, que é um líquido amarelado, porém muito rico em nutrientes e após esse período teremos o leite propriamente dito (esbranquiçado), que vai alimentar o bebê.

Vale a pena ressaltar alguns tópicos quando se fala em Amamentação:

  • pega do mamilo ( a boca da criança deve envolver todo o mamilo durante a sucção),
  • o nariz da criança não pode encostar na mama durante a amamentação pois a criança precisa respirar,
  • é importante que a mamãe neste período se alimente muito bem e tome MUITO líquido para que haja uma maior produção de leite.

Se por ventura você não puder dar o leite do peito para seu filho, não se preocupe, não se martirize. Você terá seu momento com seu bebê da mesma forma. O elo de amor que une vocês estará presente.

O pediatra irá orientar sobre o leite mais adequado.

Neste caso para a amamentação, sendo a opção adotada a mamadeira, use de preferência as de bico ortodôntico e com furo pequeno para que a força da sucção seja efetuada e haja o estímulo de crescimento mandibular. Se o furo for muito grande a quantidade de leite é maior e a língua começa a se posicionar em lugar errado, bem como não teremos o estímulo muscular necessário.

Uma dica que eu dou é que quando for dar a mamadeira, dê metade dela de um lado e a outra metade do outro lado para que o bebê seja estimulado.

Categorias

A Utoc

UTOC é uma clínica de saúde que cujo objetivo é oferecer o atendimento integral ao nosso paciente, proporcionando uma visão global de seu tratamento. Por esse motivo nossas especialidades envolvem Odontologia, Acupuntura, Osteopatia e Fonoaudiologia.

25/04/2017

CÁRIE

A cárie é transmissível. A principal forma de transmissibilidade é de pais para filhos, porém o contágio pode se dar com pessoas que tenham contato com as crianças, como familiares, babás, empregadas.

Leia o artigo

07/03/2017

Novidade!!!!

Medo de anestesia???? Medo de agulhas????
Temos a solução para você. Possuímos o que há de mais moderno na odontologia em se tratando de anestesia.

Leia o artigo